Morte de António Canuto : PJ não encontrou nenhuma carta de despedida e está sem pistas

10/04/2013 00:08 - Modificado em 10/04/2013 00:08
| Comentários fechados em Morte de António Canuto : PJ não encontrou nenhuma carta de despedida e está sem pistas

canutoOs exames médicos confirmaram que o suicídio do Eng. António Canuto foi por enforcamento. E no meio do reconhecimento, da tristeza, do aceitar a última decisão do homem que tinha tudo “para ser feliz e que se tinha como um modelo de felicidade”, paira uma pergunta sem resposta: o que terá levado um homem da dimensão do engenheiro António Canuto a pôr fim à sua própria vida?

A resposta a esta pergunta que todos querem ver respondida, está na base das investigações que a PJ tem em curso para tentar apurar as causas que terão levado o empresário ao suicídio. Segundo o que apurámos, a Polícia Judiciária descarta haver indícios de crime e os resultados dos exames levam as autoridades criminais e sanitárias a aceitarem que o empresário tenha colocado termo à própria vida através do enforcamento.

Este online sabe que o alerta da morte do Eng. António Canuto foi comunicado pelos familiares que accionaram a PJ sobre o sucedido. “O corpo do empresário estava pendurado num corrimão da caixa das escadas da sua residência e foi encontrado na madrugada de sexta-feira”.

De acordo com informações recolhidas na Polícia Judiciária, está-se a realizar uma investigação para tentar resolver o caso e apresentar a verdade dos factos. A averiguação por parte da PJ tem como finalidade saber as razões que causaram a morte do empresário.

Mas sabe-se que até agora não foi encontrado qualquer documento ou carta de despedida escrita pelo Eng. Canuto que poderiam ser pistas para as autoridades criminais responderem à pergunta: o que terá levado um homem da dimensão do engenheiro António Canuto a pôr fim à sua própria vida?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.