São Vicente lidera consumo de bebidas alcoólicas e ” padjinha “

15/06/2013 00:06 - Modificado em 14/06/2013 23:38

Foto84% dos sanvicentinos já experimentou bebidas alcoólicas e 12,8% já fumou ” padjinha “. Estes números foram revelados pelo primeiro inquérito nacional sobre a prevalência do uso de substâncias psicoactivas apresentado , ontem , no Mindelo ,pela Comissão de Coordenação do Combate a Droga. Com estes números a ilha de São Vicente surge em primeiro lugar a nível nacional.

 

O Presidente da Câmara Municipal de São Vicente (CMSV), Augusto Neves, mostra-se preocupado com os dados do inquérito. E apesar de afirmar que a CMSV tem aplicado medidas de combate ao problema, propõe um diálogo com as outras instituições que estão ligadas à problemática. Propõe ainda rever todos os instrumentos que lidam com a situação, a começar pelo código de postura. “Todas as mercearias são bares e deveríamos ser mais intransigentes e mais rigorosos para ver se conseguimos debelar este problema que é prejudicial à saúde”, afirmou o presidente. Mas defende que também devem ser levadas a cabo outras acções de conscencializão , de modo a que se consiga reduzir o consumo de álcool em São Vicente.

 

Fernanda Marques, secretária executiva da Comissão de Coordenação do Combate à Droga mostra as áreas onde é necessário reforçar as acções “baseadas em factos”. As informações fidedignas disponibilizadas pelo inquérito, vão possibilitar “um trabalho de reforço das competências pessoais e sociais” na luta contra esta problemática.

 

  1. cabod na nada

    ess terra d’nos t cabod na nada…bares, mercearias com placa t indica “proibida venda de bebidas alcoolicas para menores de 18 anos”, ma na realidade enê assim. ê basta parce um mnininha bnitinha (seja d pintin o ludjero – quem quiser pode ba comprova) pa compra bibida, kes vendedor ca t ne importa, por exemplo n montesossego e arredores. bo kê pai tma kuidod nes larop tambe…agora fma padjinha já vrá um cosa tao normal que cond bo txmá ês mnin atençao es t dze: ade ate Bush fma!! e pra rir ou!

  2. Carlos Silva - Ralão

    Poderiam me dizer aqui que produto é disponibilizado aos jovens e menores aos fins de semana por algumas empresas de eventos? Será desporto, cultura ou algo melhor? Não, não, cervejadas e mais cervejadas, Tendas Eletrónicas regadas a alcool com a permissão a entrada de muitos e muitos menores, portanto, o resultado tá aí, a vista de todos, quem é a culpa?????? De todos nós adultos que permitimos que os nossos jovens menores, estejam a sua mercê/sorte e depois da meia noite pelas ruas.

  3. Tud t tcheca bzot

    e praia t lidera esse cocaína.hahahahahahahahahaha

  4. Dany

    Para mim essa notícia é MENTIRA,

    Só na dimensão populacional já há uma grande direferença.

    As pessoas da Praia acham que em são vicente não há lugar de paródia, lugares para beberem a vontade.
    Na praia a tradição de paródia é andar de bar em bar a beber e a comer e com dinheiro sempre a circular.

    Se isso é verdade, então que os 90% dos fundos para combate ao alcolismo que ficam na Praia, devem ser imendiatamente transferidos para são vicente.

  5. Dje Guebara

    Nasci e crie em minha ilhinha do encanto que è Soncen na nosh temp no casabia o que era mariuana e ni cocaina,porq o governo portugues tinha mom duro contra qualquer cosa que relacionaba com estupafacente era cadea e pau.Porq cabverdean qta domas è pau.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.