Julgamento do caso Verdmundo suspenso para que arguida possa devolver o dinheiro desviado

5/04/2013 00:15 - Modificado em 5/04/2013 00:15
| Comentários fechados em Julgamento do caso Verdmundo suspenso para que arguida possa devolver o dinheiro desviado

desvio de dinheiroO Tribunal suspendeu, temporariamente, na quarta-feira, dia 3, o julgamento da antiga funcionária da agência de viagens Verdmundo, em São Vicente, acusada de desviar mil e quinhentos contos da empresa.

Apesar da funcionária ter confessado o crime, o juiz decidiu conceder à arguida mais tempo para conseguir restituir o valor desviado à Verdemundo, que se diz lesada nos seus projectos turísticos até então paralisados por conta da fraude e pelos prejuízos causados à empresa.

O próximo julgamento decorrerá no dia 25 deste mês. De acordo com o veredicto do Juiz a arguida deverá, até essa data, reembolsar o dinheiro, para que possa responder apenas pelo crime de burla. A funcionária, acusada pelos crimes de burla e abuso de confiança, “terá a chance de resolver o problema com os familiares para ver se o queixoso desiste da acusação de abuso de confiança, porque o crime de burla já é de natureza pública”, decidiu o juiz.

O caso ocorreu no Verão de 2011, tendo sido movido, na altura, um processo disciplinar contra a então suspeita e a sua consequente demissão da empresa.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.