Operação Páscoa: Comando da Polícia Nacional apreende viaturas sem documentação

1/04/2013 00:23 - Modificado em 1/04/2013 00:23

policia transitoO Comando da Polícia Nacional em São Vicente realizou uma acção policial no âmbito da quadra Pascal para fiscalizar as viaturas que circulam na ilha. No quadro dessa operação, foram apreendidas várias viaturas que circulavam na cidade do Mindelo com irregularidades na documentação.

 

Este online soube que a actuação da Polícia Nacional visou controlar os condutores que consomem bebidas alcoólicas durante a condução, fiscalizar as infracções ao Código da Estrada e apreender os veículos que circulam sem a documentação regularizada.

De realçar que a operação arrancou na quinta-feira e, até agora, vários veículos encontram-se apreendidos em frente das instalações do Comando da PN. Isto porque durante as operações de fiscalização foram detectadas irregularidades como: falta de documentos de circulação, inexistência da inspecção técnica na ITAC e falta de seguro de responsabilidade civil.

Para controlar a circulação de veículos, o Comando da Polícia Nacional destacou agentes da Brigada de Trânsito que contaram com o apoio das unidades da BIC, Piquete e Corpo de Intervenção. Os intervenientes nessa operação policial foram colocados em diversas áreas da cidade do Mindelo para fiscalizar e apreender as viaturas que não cumprem os requisitos para circular na via pública.

  1. Mindelense

    Concordo plenamente com as ditas “Operações STOP”, pois é uma forma de disciplinar os maus condutores, garantindo assim que muitos cabo-verdianos chegam são e salvos as suas casa e famílias. Mas uma coisa é certa: esta fiscalização tem um tanto de falso moralismo, senão vejamos: 1º As viaturas do Estado quase que não fazem inspeção automóvel. Se quiser confirmar, então tente identificar o selo “verde” nos carros da Polícia, Exército, Hospital, CMSV, Bombeiros, e demais instituições públicas, que irá ficar surpreendido pela negativa. 2º Poucas destas instituições é que fazem o seguro automóvel, ou seja, nunca trazem o selo “Azul” (ou por falta de recursos, ou porque sabem que nunca serão fiscalizados). Seria interessante o Notícias do Norte fazer uma reportagem sobre o assunto (selos Verdes e Azuis), e ver que aquilo que o estado exige dos seus cidadãos, ele é o 1º a não cumprir, com a agravante de muitas viaturas da polícia utilizadas nessas operações não cumprirem com os preceitos da lei.

  2. utente

    Estou inteiramente de acordo com o “Mindelense”. O modelo de fiscalizaçao q a brigada transito PN vem adoptando nao resolve muitos dos problemas existentes em SV. Ha q trabalhar mais este assunto na comunicaçao social. Assim os utentes podem informar situaçoes que podem ser averiguadas e denunciadas. Por ex, ha um sinal q proibe o estacionamento frente a loja Fragata Av. 5 de Julho. Mtos clientes tem sido autuados por pararem 2 mn para uma compra rapida e no entanto esse lugar vem funcionando…

  3. Mindelense no Sangue

    Esse munícipe, deve estar enganado que as viaturas do estado não estão a ser fiscalizados. Pode ser que estão sem a referida inspecção, mas quanto o seguro de responsabilidade civil, a BT dão tolerância zero nesse aspecto. Sou condutor de viaturas do estado e já apreenderam a viatura que conduzo é só foi libertado após apresentação do seguro e pagamento da coima correspondente.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.