Acidente de bote em Monte Trigo: Dois pescadores com lesões graves evacuados para São Vicente

25/03/2013 00:57 - Modificado em 25/03/2013 00:57
| Comentários fechados em Acidente de bote em Monte Trigo: Dois pescadores com lesões graves evacuados para São Vicente

ambulanciaForam evacuados para o Hospital Baptista de Sousa, os dois pescadores da localidade de Tarrafal Monte Trigo, concelho do Porto Novo que sofreram um acidente quando saíam para a faina. As vítimas faziam parte de um grupo de pescadores que seguiam num bote que foi abalroado por uma onda.

 

Este online apurou que dadas as condições do mar, os pescadores foram surpreendidos por uma onda que abalroou a embarcação.

Na sequência do acidente, três pescadores foram atingidos pelo bote e sofreram lesões graves no corpo. As vítimas foram transportadas para a Delegacia de Saúde do Porto Novo, mas devido às lesões sofridas, o médico de serviço mandou evacuar duas das vítimas para o Hospital Baptista de Sousa na ilha de São Vicente.

Segundo o que apurámos “os pescadores deram entrada no Banco de Urgência do HBS onde passaram por um processo de observação. Há suspeita de que um dos homens poderá estar com uma hemorragia interna. E apesar das lesões apresentarem necessidade de cuidados médicos, o estado de saúde dos pacientes é estável. Neste momento, não correm qualquer perigo de vida e, por ora, vão continuar internados até finalizarem o processo de recuperação”.

De realçar que o bote tem uma tripulação de onze pessoas, mas que na altura do acidente tinha apenas quatro pescadores a bordo, sendo que um dos ocupantes não sofreu qualquer ferimentos e um terceiro sofreu ferimentos ligeiros pelo que recebeu tratamentos médicos na própria Delegacia de Saúde do Porto Novo.

Recorde-se que há vários anos que os moradores e pescadores da localidade de Tarrafal de Monte Trigo pedem ao Governo e à Câmara Municipal do Porto Novo a construção de um muro da baía do Tarrafal de Monte Trigo. Na medida que o estado agitado do mar, com ondas entre os três e os quatro metros de altura, continua a ameaçar essa comunidade, uma vez que invade as casas e impede as actividades pesqueiras nessa zona.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.