África com crescimento ameaçado por crescente desigualdade social, revela relatório

13/05/2012 22:16 - Modificado em 13/05/2012 22:19
| Comentários fechados em África com crescimento ameaçado por crescente desigualdade social, revela relatório

O forte ritmo de crescimento económico africano está em risco devido à crescente desigualdade e marginalização de partes da sociedade, alerta um relatório sobre o Progresso de África divulgado hoje em Londres.

“Diferenças nas oportunidades básicas – de saúde, educação e participação na sociedade – impedem milhões de africanos de alcançar o seu potencial, travando o progresso social e económico”, lamentou Kofi Annan, antigo secretário-geral da ONU e presidente do Painel do Progresso de África, responsável pelo relatório.

Na última década, a média de crescimento económico de 70% dos países do continente foi superior a 4%, porém a maioria destes países não deverão alcançar os” Objectivos de Desenvolvimento do Milénio” em 2015, nomeadamente em termos de alimentação, mortalidade infantil, saúde materna e educação.   O relatório pede maior empenho dos políticos na criação de empregos, justiça e igualdade social e que o fracasso em alcançar um crescimento sustentável resultará num “desastre demográfico”.

Ainda assim, Annan considera que a mensagem geral “é positiva” e que África está a tornar-se num local de investimento, de “imensa inovação e criatividade” e num “potencial pólo de crescimento global”.

O Painel do Progresso de África é formado por 10 personalidades dos sectores público e privado e o relatório hoje publicado é o quinto produzido desde a sua formação.

 

Oje.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.