Para abrir empresa em Cabo Verde precisa de “simbólicos” 0,0009 euros

18/03/2013 19:43 - Modificado em 18/03/2013 19:43
| Comentários fechados em Para abrir empresa em Cabo Verde precisa de “simbólicos” 0,0009 euros

cabo_verde-mapaA abertura de uma empresa em Cabo Verde custa agora apenas um escudo (0,0009 euros), o valor mínimo de capital social, medida destinada a incentivar o setor privado, disse hoje à agência Lusa o primeiro-ministro cabo-verdiano.

 

Falando à Lusa à margem da sessão parlamentar de março, hoje iniciada no Parlamento cabo-verdiano, José Maria Neves lembrou que a medida foi já publicada no Boletim Oficial, a 13 deste mês, e visa também melhorar o ambiente de negócios em Cabo Verde.

 

“Queremos facilitar a criação de empresas e ter um ambiente de negócios favorecedor da realização de investimentos. A limitação legal que havia na criação das empresas em termos de realização de capital (2,5 milhões de escudos – 22,6 mil euros) era um obstáculo”, admitiu José Maria Neves.

 

“Quem quiser fazer um negócio e criar uma empresa, pode fazê-lo logo. É claro que, depois, terá de ter recursos para fazer os negócios, independentemente da limitação legal que existia. A ideia é incentivar e facilitar o desenvolvimento do setor privado, para promover investimentos”, indicou.

 

O novo montante, simbólico, põe fim ao anterior valor obrigatório que vigorou até quarta-feira, dia em que a medida foi publicada oficialmente.

 

 

 

Oje.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.