Mulheres recebem capacitação em técnicas de corte e costura

11/03/2013 00:04 - Modificado em 10/03/2013 23:59
| Comentários fechados em Mulheres recebem capacitação em técnicas de corte e costura

corte e costuraNa sequência de uma formação promovida pelo Programa de Luta Contra a Pobreza no Meio Rural, um grupo de 40 mulheres da ilha de São Nicolau passam a estar capacitadas em técnicas de corte e costura. A formação foi financiada pela Comissão Regional de Parceiros no valor de dois mil contos.

 

Em declarações a inforpress, Cecília Moreno coordenadora de unidade técnica da CRP sublinhou que o apoio surgiu através do Programa de Luta Contra a Pobreza no Meio Rural. A formação teve lugar em Caleijão e no MTarrafal com uma duração de 180 horas.

De acordo com a formadora, Matilde Gomes, o curso serviu para ensinar as mulheres a técnica de costura criativa que consiste em transformar pedaços de tecidos em objectos utilitários que podem vender e ajudar nas despesas do dia a dia.

“O principal objectivo desse formação dentro da filosofia do Programa de Luta Contra a Pobreza é de ensinar às mulheres uma actividade que possam desempenhar dentro de casa sem ter que abandonar os filhos para procurar uma renda mínima em outro lugar” esclarece Matilde Gomes.

A entrevistada acrescenta que durante a formação as mulheres demonstraram muito empenhamento e entusiasmo em ver o resultado final e garante que saíram com uma bagagem para a vida futura.

 

Avaliação

A formanda, Neusa Andrade afirmou que esta formação vai servir para orientar a sua vida futura. Ela e mais oito mulheres do Caleijão que participaram na formação pretendem para breve criar um atelier de corte e costura. Estas mulheres antevêem que este pode ser um negócio que as poderá ajudar a conseguir algum rendimento para o sustendo da família.

Na formação do Tarrafal participaram também mulheres de Cabeçalinho e de Fragata que pretendem reproduzir aquilo que aprenderam em casa durante as horas livres para conseguir uma renda extra para a família. O curso teve o acompanhamento pedagógico e a certificação do Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.