Cidadão chinês que estava desaparecido regressa à Cabnave

6/03/2013 01:08 - Modificado em 6/03/2013 01:44


Cidadão chinês que estava desaparecido regressa à CabnaveO cidadão de nacionalidade chinesa que faz parte da tripulação de um navio de bandeira chinesa que se encontra em reparação nos estaleiros da Cabnave, ilha de São Vicente e que não era visto no seu local de trabalho desde sábado, foi encontrado por um grupo de colegas de serviço na zona de Chã D´Alecrim.

 

Neste fim-de-semana, a agência chinesa CNFC proprietária dos navios de pesca da China que estão a ser reparados na Cabnave comunicou aos Serviços de Emigração e Fronteira o desaparecimento de um tripulante de nacionalidade chinesa que não regressou ao navio onde se encontra a trabalhar.

Perante esta situação, as autoridades realizaram diligências para saberem o paradeiro do indivíduo. Por seu lado, os colegas de serviço iniciaram buscas por várias localidades da ilha de São Vicente onde o grupo tinha o hábito de passar as suas horas de lazer.

“Os tripulantes saíram no sábado para a sua hora de repouso e, quando o grupo voltou para o trabalho, deparámos que faltava um tripulante. Tentámos contactar o indivíduo em causa, mas sem sucesso, pelo que depois de várias horas sem dar notícia, acabou por ser encontrado no domingo por alguns colegas na zona de Chã D´Alecrim na companhia de cidadãos nacionais” sublinha a agência responsável pela embarcação.

Questionada se o indivíduo apresenta problemas do foro psíquico, a agência nega essa possibilidade e esclarece que “não é verdade que ele padece de problemas mentais, porque senão seria impedido de trabalhar no navio”. Recorde-se que os navios da CNFC frequentam os estaleiros da Cabnave desde 2008 e esta foi a primeira vez que um tripulante foi dado como desaparecido.

  1. SUspeito

    olha o chinês….. gostou da menina? Cabo Verde é assim mesmo, tudo balato, fáxil, boas e bonhitas… gostou tanto que não queria regressar ao estaleiro.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.