Navio Santo Antão liberado pela PJ

9/05/2012 00:06 - Modificado em 8/05/2012 23:20

O navio Santo Antão foi alvo de buscas por parte de elementos da Polícia Judiciária no porto da Praia. Num primeiro momento suspeitava-se que a embarcação poderia ter carregamentos com droga, mas a PJ veio esclarecer que tratou-se de uma operação de rotina que fazem aos navios que chegam com mercadorias provenientes do estrangeiro. Segundo o que apuramos a PJ não encontrou qualquer material ilícito a bordo do navio Santo Antão que veio do Brasil carregado de ferro.

A Polícia Judiciária desencadeou uma operação de busca ao navio Santo Antão, propriedade dos Irmãos Correia e Polar. A embarcação provinha do Recife, no Brasil com cerca de 2200 toneladas de ferro a bordo e tinha como destino a ilha de Santiago. Mas nas imediações da ilha do Fogo foi interceptado por um barco da Guarda Costeira e encaminhada para o Porto da Praia.

Por seu lado os elementos da polícia científica encarregues do serviço de busca fizeram diligências no interior do navio Santo Antão. A PJ passou em revista os compartimentos da embarcação cumprindo uma operação de rotina levado a cabo para inspeccionar os navios que aportam no país vindos do exterior.

Mas no caso do navio Santo Antão, a PJ realizou o mesmo procedimento, mas não forem encontradas cargas ilícitas, nem carregamentos de droga pelo que o navio foi liberado, no sentido de procederem a descarga do ferro que está a bordo da embarcação.

  1. Está bom trabalho. agora perguntamos a quem de direito que pagará as despesas de desgargas e novo carregamento, taxa de portos e enapor, uma vez que não encontraram nada no interior do N/M Santo Antão?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.