Acesso norte do Porto Grande: UCID entrega hoje pedido de embargo em defesa da praia da Laginha

28/02/2013 00:44 - Modificado em 28/02/2013 00:44

A UCID vai cumprir o anúncio feito pelo seu Presidente, António Monteiro, de solicitar o embargo das obras do acesso norte do Porto Grande. Com a entrada da acção no Tribunal de São Vicente, o responsável pela obra, a Enapor, terá que se apresentar ao tribunal para prestar argumentos que contrariem a pretensão da UCID

 

A UCID entrega na manhã desta quinta-feira uma providência cautelar no Tribunal de São Vicente para pedir o embargo das obras do acesso norte do Porto Grande. António Monteiro, Presidente do partido considera que as obras são um erro e que irão afectar fortemente a Praia da Laginha, em vários aspectos como na sua biodiversidade, na qualidade da água e no activo económico da ilha de São Vicente.

Por isso, a UCID entendeu recorrer ao Tribunal com uma acção judicial com relato dos motivos do pedido de embargo das obras do acesso norte do Porto Grande, que estão a gerar controvérsias pelo impacte ambiental que poderá vir a causar na praia da Laginha.

O pedido da UCID vai ser avaliado no Juízo Cível, que terá que notificar a Enapor para prestar esclarecimentos e que caberá ao juiz que conduzir o processo decidir se é necessário ouvir pessoas que participaram no estudo do impacte dessa obra sobre a praia de Laginha, bem como biólogos e cidadãos que contestam a execução da obra.

Este online soube que findo o parecer das partes envolvidas, o Juízo Cível vai fazer uma análise do conteúdo da acção a ser entregue pela UCID, da posição da ENAPOR e das testemunhas inquiridas para apresentar a sentença que vai decidir sobre a continuidade da obra ou a aceitação do pedido de embargo.

 

  1. almeida

    O sr. Deputado António Monteiro e ex-Vereador do ambiente da CMSV, deve um pedido de desculpas ao povo de S.Vicente e devolver o salario que recebeu durante os varios anos que esteve à frente do pelouro do ambiente e como deputado de S.vicente, porque tem recebido o dinheiro do pvo e não tem exercido com lealdade e zelo as funções para que foi eleito. Deveria o povo de S.Vicente intentar uma acção judicial para responsabiliza-lo pelos seus actos e omissões

  2. soespero que o povo de S.Vicente nao vai atras das estupides da ucid porque aqueles la e so parvice que eles dizem estao a por e o dezemvolvimento do Porto Grande em risco espero que isso nao aconteca

  3. SAO VICENTE

    se efectivamente o desenvoçlvimento de cabo verde depende de politicos dessa natureza e dos armados em ambientalistas, entao estamos tramados. AUCID, como nao faz nada para cabo verde querem estragar tudo, nao entendem nada de desenvolvimento nem de protecçao ambiental, povo de sao vicente deixemos de ignorançia e vamos cuidar do que é nosso, o desnvolvimento e o ambiente

  4. antónio dos santos

    Se o Tribunal der razão a UCID, o Frankin Spencer tem que pedir demissão ou a UCID deve pedir a cabeça do Ministro Ambiente. Todos já nos apercebemos: Se a Sociedade Civil Mindelense não tivesse levantado esse Problema e a Noticias do Norte não desse a cobertura que deu, hoje a Enapor não viria a reconhecer que falta estudos adicionais. Simplesmente irresponsáveis. Que gente é essa que anda a dirigir o que é nosso desta maneira?

  5. es partido politico… PMD, PAICV, UCID, esse grupinho te estod pre li te tenta atraza desenvolvimento de sao vicente, no ca cre sabe de ses apiniao pa sv, pq traz de es ideias brilhante ..so mintira…es cria dificuldade na quel obra de delegacia de saude ate pa abaixo assinado es faze… agora é laginha… mim é um amante de quel praia de mar…mas no deve txa ess assunto pa pessoas q realmente te intende de assunto….. sao vicente é ne so de bsot ….

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.