Munícipes deixam lixo na rua e os cães agradecem

28/02/2013 00:35 - Modificado em 28/02/2013 00:35

A CMSV dispõe de carros específicos para fazerem o serviço da recolha do lixo em casa dos Mindelenses. No entanto, nem todos os munícipes o sabem usar e os animais agradecem, visto que “matam a fome” com o banquete oferecido. O sucesso da recolha do lixo domiciliar ainda não foi alcançado porque há quem persista em deixar o lixo à espera da recolha nas ruas, invés de entregar o lixo aos funcionários da limpeza.

 

São Vicente usufrui do serviço de recolha do lixo domiciliar, no entanto, ainda subsistem em Mindelo, sacos do lixo pendurados nas árvores e nas respectivas portas. Os funcionários da CMSV deparam-se com esta situação, no entanto, adiantam que em menor ênfase que antigamente. O respectivo funcionário da CMSV é da opinião que os mindelenses devem esperar pela passagem do carro do lixo que inclusive tem hora e dia para as respectivas zonas para entregarem o lixo e refere que “no momento em que passamos devem entregar os sacos do lixo e não deixá-los à porta”.

Neusa, doméstica, disse ao NN que assim que a buzina do carro anuncia a recolha do lixo, faz a entrega em mãos dos funcionários da CMSV e adianta que testemunha algumas pessoas a fazê-lo, mas também vê ainda sacos do lixo na rua à espera de serem recolhidos.

O pouco tempo que os sacos do lixo estão à espera da recolha é o suficiente para os animais fazerem o banquete e espalharem o lixo. Caso para dizer culpa da fome dos animais ou dos munícipes que não sabem utilizar o serviço de recolha do lixo domiciliar?  Lídia, residente em Fonte Meio,  não percebe a razão pela qual as pessoas deixam o lixo na rua e enfatiza o facto de existirem contentores de lixo nas mediações da zona onde reside e afirma que falta civismo e consciencialização por parte dos moradores.

  1. MP

    Parte 1… 90% da culpa é da CMSV (senão 97%). Se uma familia sai de casa as 7h40 (ao sair coloca o lixo, devidamente fechado, na rua ao pé da porta), para entrar no trabalho as 8h, não tem carro, não tem empregada e não há um contentor nas imediações, de quem é a culpa, se o carro do lixo passa as 9, 10, ou 11h nessa rua? Se sei que um carro de lixo passa na minha rua as 13h, qual o problema de colocar o saco de lixo, 10 ou 15 minutos antes?

  2. MP

    Parte 2… Mesmo sabendo que o carro de lixo não passa exactamente no mesmo minuto, porque tal não é possível, é normal passar com uma diferença de 40 minutos, ou uma hora, num dia em relação a outro dia? Ou seja, hoje passa as 13h, amanhã as 13h25, depois as 14h… Uma familia tem que ficar de plantão a essas diferenças de “fusos” horários, do carro do lixo? Portanto, TEORICAMENTE, tem hora e dia para passar. Na practica não.

  3. MP

    Parte 3… Se deixarmos o lixo na rua, os cães fazem seus banquetes. Cães! Quais cães? Pois é, esqueci-me dos cães que vadeiam pelas ruas e cuja culpa é da… CMSV (para não variar). O que é que esses cães vadios estão fazendo na rua? Se o cão tem dono, o que está fazendo na rua, sem trela e sem o dono? De quem é a culpa? Parcialmente da CMSV e parcialmente dos donos, que podem ser multados… pela CMSV. Portanto, 100% da culpa é da CMSV.

  4. MP

    Parte 4… Indo mais a fundo, acho um absurdo esse sistema de recolha diurna do lixo. Durante o dia, as pessoas estão no trabalho e na escola. Salvo quem tiver empregada domestica, esses sim, podem dar uma ordem a empregada, para ficar de plantão, a espera do carro. Ainda tem a poluição sonora causada pelos buzinões. A CMSV faz uso de uma estupidez (buzinões) tirando proveito da nossa necessidade que temos de ter nosso lixo recolhido, em domicilio. Mas isso tem solução…

  5. MP

    Parte 5… Em cidades civilizadas, o lixo é recolhido à noite (sem buzinões), período em que certamente há pelo menos uma pessoa em casa. E é necessário que o carro, passe mais ou menos a mesma hora, assim o lixo não fica muito tempo exposto na rua. E o tempo que fica na rua, não causa tanto mau cheiro, porque a noite é mais fresca, além de que há menos movimento na rua de pessoas e de carros (deixando mais a vontade, a circulação lenta exigida a um carro de lixo).

  6. Ninja

    Seria muito mais fácil e mais razoável de eliminar estes cães. Mas temos uma pessoa sem qualquer formação (associação Simabo) que faz lobby para influenciar as políticas públicas. Ficamos com as nossas ruas nojentas e ela fica com o negócio prósperissimo. A CMSV tem que ter coragem.

  7. joão

    Pera, CMSV é culpod pq bo “MP” tem complexo d’ba procura pta bo lixo, depois d’horario de traboi, msm k contentor t fca retirod d’area onde kbo t mora? Por favor, se bo ca cre p dent dbo casa estod sujo, manera ké possivel bo t preferi oia lixo espaiod na porta dbo casa? Anda a “pé”(como bo ca tem corr, nem empregada) é mto bom p saude, assim como tb tra lixo d interior e d’ imediaçoes dbo casa.

  8. MP

    Caro João, vê-se que não entendeste nada do que escrevi. Não comentei defendendo meus interesses e sim, falando duma forma geral. Para teres uma ideia, tenho empregada a dias (nem sempre o dia do trabalho dela coincide, com o dia do carro do lixo) e tenho carro. E uso-o para levar o lixo, num contentor não muito distante, porque não dá para confiar no carro do lixo. Passa na hora que estou fazendo uma sesta (13h45), ou sentado à mesa (13h15)… Portanto, comenta com responsabilidade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.