Governo vai construir um ferry e recuperar o 13 de Janeiro e o Praia D´Aguada.

22/02/2013 00:38 - Modificado em 22/02/2013 00:38

A ministra das Infra-estruturas e Economia Marinha garantiu que o Estado de Cabo Verde está a preparar a recuperação dos navios 13 de Janeiro e Praia D´Aguada. A ministra Sara Lopes anunciou ainda que o Governo mandou construir um ferry para melhorar o transporte marítimo no arquipélago de Cabo Verde, uma vez que nalgumas ilhas a situação é caótica.

Em declarações ao NN, a ministra das Infra-estruturas e Economia Marinha disse que “vamos iniciar a construção de um ferry em Espanha, com financiamento do Governo Espanhol, para termos uma frota mínima que nos permita dar resposta à necessidade de melhorar a regularidade no transporte entre as ilhas”.

A ministra Sara Lopes não adianta os valores a serem empregues na construção do navio, mas assegura que a embarcação é uma “mais-valia” quando o Governo está à procura de soluções para responder às exigências dos cabo-verdianos no que concerne a resolução dos problemas que afectam o sector dos transportes marítimos no país.

Por outro lado, questionada sobre a situação actual dos navios Praia D´Aguada e 13 de Janeiro, a ministra das Infra-estruturas e Economia Marinha sublinha que está em curso um processo de regulação dos contratos de afretamento dessas embarcações para uma avaliação sobre o valor comercial e as condições operacionais para serem encaminhadas para a reparação nos estaleiros da Cabnave.

Recorde-se que os dois navios se encontram aportados na ilha de São Vicente para serem submetidos a reparação e inspecção a fim de receberem o certificado de navegabilidade.

  1. Verdinho

    Vivemos na mentira. Os nossos politicos não tem vergonha. Aonde está o 2º navio da Fast Ferry? Esta pergunta precisa ser respondido pelo Governo.

  2. Retalhos

    e o outro fastferry??!?! nem novas nem noticias?

  3. Anonymous

    Ah ok, mais um ferry…

  4. Rufino

    Excelente nova da Sra Ministra, mas como nestes últimos tempos, temos ouvido muitas coisas e os resultados nem sempre aparecem, sinto-me esforçado a acreditar. Realmente a ligação entre Ilhas, sobretudo, a região de Barlavento é uma quebra “cabeças” tendo os Governantes com responsabilidade em encontrar soluções, metido só em conversas sem qualquer objectividade. Uma embarcação que já não dava para fazer a ligação SV-SA e de repente é colocada a fazer SV-SN e SAL, ficamos realmente com a sensação que estamos a andar para trás. Basta estar no cais no momento da chegada destes navios para vermos e sentirmos todos solidários e revoltados como os nossos irmãos são tratados, talvez deliberadamente por quem de direito. Em certos períodos do ano certas as Ilhas transformam-se em autênticas prisões pois com as debilidades já conhecidas da transportadora aérea, o “coitado” é irremediavelmente impedido de viajar e de chegar lá onde deseja chegar. Alias basta ver o que foi feito na semana passada com os passageiros por altura do carnaval conforme noticias veiculadas, simplesmente abandonados em SN pela “fast-ferry” obrigando os passageiros a desenrascarem para regressarem as origem sem o mínimo de respeito para o Cidadão. Desde os anos 80 a ligação teve uma regularidade mas infelizmente agora que somos muito mais gente, mais movimento de interesses para circular vê-se um autênticos retrocesso neste particular. Faço votos que as ideias da Sra Ministra se transformam em algo palpável…

  5. Bravense

    Com a recuperação do Praia d Aguada a população do Fogo e da Brava vai livrar do Crioula. Para viajar neste Navio é preciso ter muita coragem. Hoje mesmo duas pessoas foram assistidas desmaidas no Criola.
    Quem devia estar a fazer o percurso interilhas neste barco devia ser o José Maria Neves e o seu Governo para experimentarem o sofrimento das gentes destas Ilhas. Queremos o Nosso Praia d Aguada nesta linha.

  6. manuel de baza

    Na verdade somos governados por pessoas que nao teem a minima censibilidade com este sector. O chefe do governo semre foi abituado a viajar de iace do interior ate a capital. Esta sra ministra de aviaoa dai o descaso para o sector maritimo. Investem milhoes nos transportes atrasados de cv., e e um trasporte maritimo que eh mais barato este ninguem da o devido valor.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.