Renúncia do Papa: Fiéis mindelenses solidários

21/02/2013 02:13 - Modificado em 21/02/2013 02:14
| Comentários fechados em Renúncia do Papa: Fiéis mindelenses solidários

A renúncia do Papa Bento XVI é o assunto reinante no seio da Igreja Católica mundial, com as atenções voltadas agora para o seu sucessor. Um dos principais motivos avançados pelo Vaticano para a renúncia foi o cansaço, isto é, que o Papa não se sente nas melhores condições físicas para continuar a dirigir a Igreja Católica. Este motivo faz com que os fiéis de São Vicente estejam solidários com o Papa e o apoiem na sua decisão.

 

Mas, apesar do apoio prestado ao Papa neste momento e de compreender as razões, não retira a surpresa a que os fiéis foram confrontados. Por exemplo, Bruna Brito sente que a “decisão foi uma surpresa para todos os fiéis católicos”. E esse factor é reinante já que “ninguém previa esta decisão”.

 

Bruna lembra que quando recebeu a notícia ficou triste mas, agora, compreende as razões. Egídio, fiel católico que usa o seu tempo para prestar serviço na Igreja de Nossa Senhora da Luz, depois da surpresa, afirma que é normal algo do tipo acontecer. E depois de conhecer as razões, não se pode discordar com a decisão de Bento XVI. “Se não se está a sentir com forças para o mais alto cargo pode-se renunciar ao mesmo e colocá-lo à disposição de quem está mais preparado”, interpreta Bruna a renúncia.

 

Com a renúncia do Papa, ao que parece, a fé dos fiéis católicos mantém-se a mesma, somente à espera do próximo líder que poderá ser conhecido no próximo mês. Félson Pires mostra a sua certeza que abrange os outros fiéis, de que a sua fé e a dos outros fiéis não será abalada. Esta certeza é baseada na justificação da renúncia do pontífice católico.

 

Os católicos anseiam agora por conhecer o próximo líder que os irá dirigir e fortalecer-lhes na fé.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.