“Caça” às irregularidades

18/02/2013 22:46 - Modificado em 18/02/2013 22:46
| Comentários fechados em “Caça” às irregularidades

Durante as visitas de fiscalização efectuadas por funcionários aduaneiros e da guarda-fiscal no Sal, foram detectadas várias irregularidades no tocante à isenção de direitos e importação temporária.

 

O Director da Alfândega e da Circunscrição Aduaneira de Espargos, Fernando Jardim, durante a visita de fiscalização nos estaleiros das obras e estabelecimentos que beneficiam de importações temporárias e isenções de direitos, declara que se verificaram irregularidades, nomeadamente, prazos ultrapassados no caso das importações temporárias e no de isenções de direitos em que as mercadorias foram utilizadas para o comércio. Ambas as infracções resultam numa participação da Alfândega. Os infractores terão que pagar coimas. Coimas essas que, de acordo com a RCV, ultrapassam os 4 mil contos.

 

A fiscalização que tem sido levada a cabo pelos funcionários aduaneiros e da guarda-fiscal no Sal resultou no encerramento de um estabelecimento comercial e na detecção de irregularidades que exigem a participação da Alfândega que durante 2012, apreendeu cerca de 8968 mercadorias..

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.