Meteoro na Rússia causa prejuízos de 25 milhões de euros

17/02/2013 21:26 - Modificado em 17/02/2013 21:26
| Comentários fechados em Meteoro na Rússia causa prejuízos de 25 milhões de euros

Milhares de janelas partidas, paredes de fábricas caídas, redes móveis danificadas, quase 3000 edifícios afectados, incluindo a arena de gelo Uralskaya Molniya. As autoridades russas estão a contabilizar os danos causados pelo meteoro que na sexta-feira rasgou o céu na região de Cheliabinsk e estimam já prejuízos de mil milhões de rublos (cerca de 25 milhões de euros).

 

A estimativa foi avançada pelo governador da região de Cheliabinsk, Mikhail Yurevich, citado pela agência russa Interfax.

 

“Os danos já ultrapassam os mil milhões [de rublos]. Só na arena de gelo Uralskaya Molniya estamos a falar de 200 milhões de rublos”, disse Mikhail Yurevich, revelando que este pavilhão de desportos de Inverno ficou com traves danificadas.

 

As autoridades russas revelaram ainda que 30% das janelas partidas em habitações e fábricas já foram substituídas. Colocar novas janelas é urgente, dadas as baixas temperaturas na região.

 

O Presidente russo, Vladimir Putin, deslocou entretanto uma equipa de 20 mil trabalhadores para as operações de limpeza na região de Cheliabinsk, a 1500 km de Moscovo.

 

A passagem do meteoro causou cerca de 1200 feridos, 289 dos quais crianças. Segundo as últimas informações, 40 pessoas permanecem internadas em hospitais.

 

Apesar da dimensão do fenómeno e de viverem na região cerca de um milhão de pessoas, o meteoro causou sobretudo danos materiais e apenas ferimentos ligeiros na maioria dos atingidos.O Ministério do Interior russo deu conta de apenas dois feridos graves.

 

Cientistas estimam que, quando entrou na atmosfera, o meteoro teria cerca de 15 metros de diâmetro e entre 10 e 40 toneladas de massa. Chegou a uma velocidade de 30 quilómetros por segundo, desintegrou-se incandescente devido ao atrito com o ar e despejou vários meteoritos sobre o solo. Um deles recortou um círculo perfeito, com alguns metros de diâmetro, num lago congelado onde foi cair.

 

 

 

jn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.