Fidel Castro dá uma rara entrevista e queixa-se da velhice

12/02/2013 22:22 - Modificado em 12/02/2013 22:22
| Comentários fechados em Fidel Castro dá uma rara entrevista e queixa-se da velhice

O antigo Presidente cubano, de 86 anos, diz que tem problemas num joelho e vê mal. E agradeceu a quem lhe construiu uma entrada sem escadas.

 

O antigo Presidente Fidel Castro deu uma entrevista à comunicação social cubana, um acto raro em que falou sobretudo da sua saúde. Resumo da conversa: a velhice limita-o.

 

O revolucionário de 86 anos disse que tem um problema num joelho e agradeceu a construção de uma entrada para o seu gabinete de trabalho, uma rampa em vez das antigas escadas. Nessas escadas, Castro caiu, em 2004, e o joelho nunca mais foi o mesmo.

 

“Perguntei a várias das pessoas que trabalham comigo quantos degraus tinha a escada da entrada e que altura tinham”, disse o antigo Presidente numa entrevista colectiva que foi, de acordo com o relato do jornal britânico The Guardian, muito informal, e que teve lugar no dia 3 de Fevereiro.

 

Fidel explicou também que tem dificuldades de visão, sobretudo em adaptar-se à luz mais forte (a artificial mas, sobretudo, à do dia).

 

Fidel Castro raramente é visto em público – no dia 4 de Fevereiro deslocou-se à sua mesa de voto para votar. E, nos últimos anos, poucas vezes fala em público (também fez algumas, poucas, declarações no dia das eleições legislativas).

 

A edição desta terça-feira do jornal Granma, do Partido Comunista, publica o relato pormenorizado da rara entrevista (ocupa cinco páginas) e explica que a transcrição foi “revista e actualizada”. Castro louva as mudanças económicas que o seu irmão e Presidente desde 2006, Raúl Castro (81 anos, foi eleito pela última vez, uma nova lei limita os mandatos presidenciais; os deputados escolhem o chefe de Estado) está a pôr em marcha. Diz que Raúl está a fazer o seu “dever e a actualizar-se”.

 

Aplaude ainda os 612 membros que foram eleitos para a nova Assembleia Nacional (tratando-se de um regime de partido único, as eleições são um referendo aos nomes propostos pelo partido), e congratula-se por cada um deles ter recebido 90% ou mais votos.

 

Finalmente, fala do seu amigo Hugo Chávez, Presidente da Venezuela que está em Havana a convalescer de uma cirurgia a um cancro na região pélvica. “Quando ele estava no auge da sua força e do seu combate, negligenciou a saúde, dedicou-se inteiramente à luta”, disse Fidel Castro. Chávez está internado em Cuba desde o dia 10 de Dezembro de 2012.

 

Numa nota apresentada como de bom humor, o antigo revolucionário questionou os jornalistas sobre o equipamento de recolha de som e imagem que usavam. “Que aparato é esse?”, perguntou ao ver os novos gravadores e câmaras. “É um telefone que também grava, comandante”, respondeu-lhe o jornalista Amaury del Valle. “A sério? Eu também tenho que usar uma série de gadgets, mas há umas pessoas simpáticas que me ajudam.”

 

 

 

Publico.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.