Captura de lagosta: Laji acusa ministra Sara Lopes e DGP de estarem envolvidos num esquema de atribuição de licenças

8/02/2013 00:21 - Modificado em 8/02/2013 00:21

O capitão do navio “Joan Manec”, Augusto Luís Brissos Laji, através da RCV denuncia o Director Geral das Pescas, Juvino Vieira e a Ministra da Economia Marítima, Sara Lopes, de envolvência num esquema de influência para a atribuição de licenças para a captura da lagosta. Neste esquema, os armadores do referido navio sentem-se “enganados, ultrajados, vilipendiados e roubados”. E prometem recorrer às instâncias judiciais com o caso.

 

Como conta Brissos Laji, tudo aconteceu quando em Dezembro havia no país quatro licenças com cinco barcos a trabalhar. E como o “Joan Manec”, “não tinha a sua arte em Cabo Verde”, diz que foi contactado pelo director-geral das pescas, que “pediu encarecidamente para desenvolver uma determinada tramóia”, com o objectivo de “desenrascar” a situação emprestando a licença a uma embarcação que operava sem licença. A promessa era que a licença do “Joan Manec”, que expirava no dia 31 de Dezembro de 2012, seria renovada em 2013.

A renovação da licença, facto que Brissos Laji diz que não aconteceu, foi comprometida pela ministra Sara Lopes. O capitão relembra ainda que a mesma foi assegurada pelo director afirmando que, “actuando desta forma não teria nenhum problema em dar a licença para 2013”, como revela Brissos Laji. E diz que o acordo não foi cumprido nem por retribuição do favor, nem por concurso público quando o navio “apresenta todos os requisitos” do concurso.

  1. CidadaoCV

    Não entendi patavina….

  2. A.Fonseca

    Historia mal contada, pois a pesca da lagosta é restrita a nacionais e em numero de 4 licenças por ano. Mesmo assim nao se deve emprestar licença, ela nao é trasnmissivel ou vendivel. Se a licença expirou 31 de dezembro nao significa necessariamente que deve ser renovada em janeiro 2013. Querem armar confusao e alem disso cabo verde nao beneficia em nada dando uma licença a essa embarcaçao, pois pescam exportam para a europa, nem se quer passa pela cova inglesa.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.