Armador pagou cinco mil contos

7/02/2013 00:48 - Modificado em 7/02/2013 00:48
| Comentários fechados em Armador pagou cinco mil contos

Os oito cidadãos de nacionalidade filipina que faziam parte da tripulação do navio Terry Tres já regressaram ao seu país, tendo ficado em Cabo Verde apenas o comandante à espera do resultado do inquérito para apurar responsabilidades no encalhamento do navio.

 

De acordo com o presidente do IMP, José Manuel Fortes, o armador do cargueiro Terry Tres encalhado a sul de Santa Luzia pagou cerca de cinco mil contos para custear as despesas inerentes ao navio e para permitir o repatriamento da tripulação.“A tripulação foi repatriada e ficou em Cabo Verde apenas o comandante porque estamos na fase final do relatório e enquanto não tivermos o inquérito pronto, se houver dúvidas, podemos enviar o processo ao Ministério Público”.

 

José Manuel Fortes sublinha que a tripulação deixou a ilha de São Vicente há cerca de duas semanas. Questionado sobre a situação do comandante, acrescenta que “se a prática do comandante for negligente, o MP poderá configurá-la como crime e ele será chamado a responder por isso”.

 

Recorde-se que a tripulação só poderia deixar o país mediante o pagamento de uma caução e que o armador do navio teria que colocar uma tripulação de segurança a bordo do cargueiro. O presidente do IMP garante que no navio Terry Tres já se encontra uma tripulação constituída por três cabo-verdianos e o comandante que, por questões processuais, continua ligado ao navio.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.