Autocarro mata homem embriagado que estava deitado numa passadeira

4/02/2013 01:14 - Modificado em 4/02/2013 01:14

Carlos Silva, de 47 anos, conhecido por “Bodin” perdeu a vida ao ser atropelado por um autocarro da Transcor numa passadeira na Av. Baltasar Lopes da Silva. Segundo o que apuramos a vítima, que aparentava estar sob efeitos de bebidas alcoólicas, decidiu se deitar sobre a passadeira numa área de pouca visibilidade, o que terá impossibilitado o condutor de evitar o atropelamento fatal.

Neste domingo, por volta das 21 horas, registou-se o atropelamento de um homem na passadeira junto ao edifício da Repartição das Finanças, na Av. Baltasar Lopes da Silva. Carlos Silva, que residia na zona de Bela Vista, teve morte imediata porque o autocarro lhe atingiu na cabeça e em outras partes do corpo.

De acordo com testemunhas oculares “o homem apresentava sinais de embriaguez e acabou por se deitar sobre a passadeira numa posição e numa área que terá criado dificuldades de visibilidade ao condutor do autocarro da TRANSCOR. Um segurança, que trabalha nessa área, tentou levantar a vítima da passadeira, mas não conseguiu, visto que o homem insistiu em continuar deitado na passadeira. Segundo testemunhas que assistiram ao acidente o condutor do autocarro ao deparar com o homem deitado na passadeira, tentou desviar o veículo, mas acabou por atingir o homem.

 

O corpo da vítima e os órgãos  ficaram espalhados pelo asfalto

 

Segundo o que apuramos Carlos Silva ficou prostrado na passadeira com a cabeça esmagada e algumas partes do corpo. O corpo da vítima e os órgãos que ficaram espalhados pelo asfalto e foram recolhidos pelos Bombeiros Municipais.

Quanto ao condutor, Capitolino Bartolomeu, de 36 anos foi conduzido ao Comando da Polícia Nacional para ser presente às autoridades judiciais, porque em situações dessa natureza requer-se a aplicação de uma medida de coacção pessoal para que o Ministério Público faça diligências para determinar se o condutor teve culpa ou não na morte da vítima.

O condutor, que se encontra sob custódia da PN, depois de chegar as instalações da polícia teve de ser conduzido ao HBS. Isto porque ficou em estado de choque com a ocorrência e acabou por sofrer um aumento da pressão arterial.

  1. Africa

    “Um segurança, que trabalha nessa área, tentou levantar a vítima da passadeira, mas não conseguiu, visto que o homem insistiu em continuar deitado na passadeira” Poderia se ter evitado o acidente se o segurança tivesse ficado no local para avisar os condutores do perigo até encontrar companheiro para o ajudar a retirar o homem da estrada . Paz a sua alma

  2. CidadaoCV

    O tal segurança, que não “conseguiu” retirar o homem da passadeira tem responsabilidades na morte do mesmo, não prestou o auxílio necessário. Poderia ficar a frente do homem, para sinalizar os condutores que havia alguém deitado na estrada, e ter chamado a polícia ou os bombeiros para levantar o homem e leva-lo ao hospital. O guarda foi negligente.

  3. Manuel Dias

    Concordo plenamente, com o comentário acima, do ou da África, e lamento a morte do homem!

  4. Carlos

    Isso é verdade, mas tem certas coisas na vida que às vezes catem resposta! Por causa da teimosia do homemzinho ele cabá por largal lá, vida é um arma mesmo.

  5. Jennifer

    pesso a Deus que ilumine o condutor porque eu acho que ele não teve culpa e que Deus dá muita força a familia de luto. Tambem digo que o segurança não tem nada aver com o assidente não estava a trabalhar com pessoas em estado de embriagues.

  6. Derick Lima

    Mas nessa terra já tem ignorantes a solta, tem gente que quando não tem nada de útil para dizer é melhor estarem calados pois podem fazer figuras de parvos e idiotas “se é que me entendem”, gostaria de saber oque é que um segurança tem a ver com questões de trânsito, ele não tinha nenhuma obrigação de ficar ao pé da passadeira e nem é pago para tal, para sinalizar que ali estava uma pessoa deitada embriagada já que este o tinha tentado tirar uma vez e por recusa da vítima não consegui.

  7. coitot d quel condutor man n se traboy um inresponsavel t ba cabal se vida…….pessoal tem bibe ma bibe bo fca TINE p k fase bestera dse tip……mi prop am presemsia cosa dese tip n es festa k maltas t escede n BIBIDA ba senta t fase PALHASADA N ESTRADA T PO SES VIDA N PRIK E T BA INRASCA CADA QUAL

  8. Baldoquinho

    Critica agora ê fácil. Tud gent sabe moda Cabverdian ê. Se fosse kolker um el tava fazê igual: “Ohm sel kre fca lá, tchal lá.”. Agora porke já acontecê tragédia te parcê alguns te dze kes tava fazê diferent.
    Mintira kes tava fazê. Tud kriol e igual.
    é certo ke grinhessim até kel segurança dve estod te dze moda tud gent. “Um devia ter el trod da lá”…
    Ka no critica porke no ca sabe moda no tava trata kel mesma situação, num momento de verdade.

  9. SF

    Lamento muito a morte deste senhor! Independentemente se o homem estava deitado na passadeira ou não, o certo é que a maioria das passadeiras são mal feitas. Pelo menos na cidade da Praia encontramos passadeiras em entroncamentos, logo a seguir a rotundas e curvas, em lugares mal iluminados e onde o risco de atropelamento do pedestre é sempre acrescido. Frequentemente há notícias de atropelamentos nas passadeiras, porque será??? será mesmo só excesso de velocidade e/ou imprudência do condutor? Urge rever isso urgentemente.

  10. Crioula

    sinceramente, quel guarda faze tudo o que ele podia, simplesmente quel homem recusá a sei dalá, al que pude faze mas, manera que pessoal te bem culpal agora, ele catem culpa nenhuma, ele foi un vitima, se bsot que sabe ele bai pará na hospital por causa disso, foi un trauma ter assistido a quel acidente diga-se de passagem.

  11. FDP

    Quer dizer, a culpa agora é do segurança porque ele tinha que ausentar do seu posto de trabalho e ficar no meio da estrada avisando os condutores que um bêbado insistia em ficar ali deitado, vai que um não o vê e atropela-o também. Pensem antes de escrever palermas, para mim a culpa foi do falecido e ponto final. As passadeiras são para se respeitar. Africa, cidadoa cv e Manuel dias, cambada de aleijados sem raciocínio. Os meus pêsames aos familiares.

  12. Segurança

    Atenção, os senhores devem ter-se esquecido que o guarda é pago para fazer outro trabalho que não ficar a cuidar de pessoas que negligente e irresponsavelmente se deitam nas passadeiras. É certo que ele deveria ter feito mais mas não concordo que alguém queira culpabilizar o homem pela morte de Bodim.

  13. Edivaldo Ferreira

    nao se deve culpar o segurança,é certo que deveria ter prestado auxilio ao homem,mas nao podia prever que algo assim iria acontecer……………………. meus pesamos a familia……….. nao se deve julgar os outros

  14. Elisa

    Se o homem deitado na passadeira fosse a familia do segurança, ele não lhe dava as costas, para chamar ajuda sei lá, porque naquela situaçao a ausencia poderia e infelizmente foi fatal. Ele ficava lá a sinalizar os carros que passavam até conseguir ajuda para tirar o homem de lá. Agora segurança e pioes que passavam por lá naquele momento, poderiam salvar uma vida mas não.Cometeram um crime de negligencia, em não ajudar o semelhante e deviam ser punidos de acordo com as leis Caboverdianas.

  15. JGomes

    Sinceramente, ja tentaram colocar no lugar do segurança e tentar imaginar como ele deve estar punindo sua conciencia pq deveria ter feito algo mais por aquele homem? Ele ñ precisa que mais ninguem o julgo e pior por algo que ele não teve culpa. Muitos daqueles que estão aqui a critica-lo se tivessem passado por esse homem deitado no chão nem iria reparar nele quanto mais perder seu tempo tentando tira-lo dai, mas é facil criticar o segurança, ñ passam de uns hipocritas, insensiveis e falsos.

  16. edson

    Ninguém é juiz em causa própria, porque é mais difícil julgar a si mesmo do que julgar os outros, por isso não julguem, para nunca serem julgados. Não condenem, para não serem condenados.

  17. Lima Duarte

    Pessoal porque não culpam a má iluminação da Rua. Eu sou condutor e uma vez um homem deitou no cruzamento que dá para a estrada de Cruz e a Rua da farmacia Mindelo..fui levanta~-lo e ainda bem que deixei o carro perto com o motor ligado e estava acompanhado de um amigo (forte fisicamente) pois me cheirou que ia ocorrer um assalto. Precisa-se de uma campanha sobre o alcool isso sim..não vamos culpar o condutor da Transcor e nem o guarda..até parece que eles não tem familias para sustentar..

  18. Fatima

    Como que o segurança terá culpa neste acidente, algum de vocês já presenciou a teimosia de uma pessoa embriagada, que neste caso dizem que o senhor tinha sinais, então vamos la por as culpas de lado, dizem sempre para a morte não morrer solteira procura sempre alguém para por culpas, agora nem o segurança nem o motorista irão pagar ou serão crucificados pelo sucedido, não cabe a nos julgar quem quer que seja, agora peço a deus que ilumina os homens e da um descanso ao senhor que faleceu.

  19. Principe

    Deus dá discando eterno para Carlos Silva BODIN e um consolo a família enlutada.
    Neste caso a segurança contribui para um mal, ele não é pago para sinalizar os condutores, mas para prestar um BOA ACÇÃO, deveria chamar qualquer pessoa para o-ajudar, ou Polícia Nacional e Bombeiro Municipal.
    Não estou colocando a culpa no Segurança, mas ele era o único que poderia salvar a vida do Senhor Carlos Bodin.
    Quando há prática do Bem, Verdade e Belo, estamos vivenciando o Paraíso. SON CENTE TERRA SABI

  20. Deus dá discando eterno para Carlos Silva BODIN e um consolo a família enlutada.
    Neste caso a segurança contribui para um mal, ele não é pago para sinalizar os condutores, mas para prestar um BOA ACÇÃO, deveria chamar qualquer pessoa para o-ajudar, ou Polícia Nacional e Bombeiro Municipal.
    Não estou colocando a culpa no Segurança, mas ele era o único que poderia salvar a vida do Senhor Carlos Bodin.
    Quando há prática do Bem, a Verdade e o Belo, estamos vivenciando o Paraíso.
    SON CENTE TERRA SABI

  21. MADANG

    ELISA por favor se fosse você faria melhor! Tcha de palhaçada, o unico culpado pela morte de Bodin é o próprio pela sua teimosia e não do segurança e dos que por ali passavam, vai ver foimelhor assim.!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  22. sara

    na dia-a-dia de un criolo, principalmente camada jovens, si atxa um bebado detado na passadera, comentario e o seguinte, ” kela dja toma moku sta da padodo na strada…” dipos di kel comentario sempre ta ben un gargalhada, mas goci ki kuza ka da sabi td mundo ta busca alguen di da culpa… nu actua ku mas humildade por favor…

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.