Convenção autárquica do MPD para assinar acordo político

4/05/2012 11:32 - Modificado em 4/05/2012 11:32

Começa hoje,   no Mindelo a convenção autárquica do MPD. Esta convenção pretende ser uma troca de experiencias entre os actuais autarcas e os novos rostos que o partido apresenta para as próximas eleições de 1 de Julho.

Durante a convenção o partido ira assinar um pacto político entre o partido e os candidatos as autárquicas do partido. Isto é visto pelo vice – presidente do MPD, Jorge Santos, como um instrumento de novas politicas autárquicas que vai direccionar os seus candidatos na resolução dos problemas das populações.

Entre estes programas que  considera de  “basilares” nomeia o saneamento “porque é uma das prioridades a nível de todos os municípios de Cabo  Verde”. Dentro desse mesmo programa inclui  o abastecimento de água, a sua “qualidade, a frequência e permanência”.

Outro objectivo social do MPD é a “requalificação urbana” que inclui  programas de habitação social e de reabilitação. Jorge Santos levanta a questão da re-infrastruturação da de redes viárias e rodoviárias a nível das cidades e das vilas.

Falando sobre São Vicente, o município com a maior taxa de desemprego do país, diz que é necessário reverter a situação em que a ilha se encontra. Para isso é necessário ultrapassar os problemas de consolidação do tecido empresarial e ter mais empresas a abrir portas do que a fechar, já que ao contrário cria um défice que aumenta o nível de desemprego.

Para Jorge Santos todos municípios tem o desafio  de conseguir promover as suas economias regionais e “eliminar as suas assimetrias regionais e permitir a integração dessas regiões a nível nacional e estar em contacto com o mercado internacional”.

Santos adianta que o objectivo do partido para as próximas eleições é manter as câmaras em que governa e tentar ganhar novas. “Administramos localmente 70 por cento do poder local, estamos nos maiores municípios do país também dos municípios turísticos do país querem continuar a manter”, afirma Santos. Essa convenção servirá então para delinear as linhas que regerão os “ventoinhas” nas próximas eleições autárquicas.

  1. djeizan

    FORÇA MPD ESTAMOS JUNTOS PARA VENCER A MAIORIA DAS CAMARAS.

  2. joao

    PARA QUALQUER CANDIDATO DO PAICV, DO MPD E IDEPENDENTE:
    AS PROMESSAS DE CAMPANHA DEVEM SER FEITAS DE ACORDO COM A CAPACIDADE DE CADA MUNICÍPIO. PROMETENDO ISSO, AQUILO E AQUELE OUTRO PENSANDO QUE OS RECURSOS DEVEM VIR DO PODER CENTRAL, É LUDIBRIAR OS ELEITORES. QUAL FOI O OBJECTIVO EM CRIAR O PODER MUNICIPAL? O GOVERNO PODE AJUDAR SIM SENHOR, MAS OS ELEITOS MUNICIPAIS DEVEM PROCURAR E GERIR OS RECURSOS DA MELHOR FORMA PARA O CUMPRIMENTO DAS SUAS PROMESSAS. PROMETE O QUE É CAPAZ DE FAZER.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.