Facebook, uma rede cada vez mais móvel

3/02/2013 20:47 - Modificado em 3/02/2013 20:47
| Comentários fechados em Facebook, uma rede cada vez mais móvel

Pela primeira vez, há mais utilizadores em smartphones do que em computadores. Receitas de publicidade nas plataformas móveis aumentaram e representam agora um quarto do total. O investimento levou a uma queda de 79% nos lucros.

 

São boas e más notícias para o Facebook. Primeiro as boas: pela primeira vez, no último trimestre de 2012 houve mais utilizadores diários a aceder à rede social através de dispositivos móveis do que em computadores. Com isso, aumentaram também as receitas em publicidade para esses suportes, em 14%, para 306 milhões de dólares (225 milhões de euros).

 

As receitas de publicidade para smartpones representam uma fatia de 23% do total, anunciou na quarta-feira a empresa. São 1100 milhões de utilizadores activos por mês, num crescimento que tem sido de 25% ao ano.

 

“Começámos o ano sem anúncios em dispositivos móveis e acabámos com 23% das receitas com publicidade a virem dos smartphones no quarto trimestre. Os números acabaram por ser ainda melhor do que pensávamos”, disse Mark Zuckerberg, fundador e presidente-executivo do Facebook, na conferência sobre os resultados.

 

As más notícias são que isso teve um preço. Apesar de no quarto trimestre as receitas terem aumentado em 40%, para perto de 1600 milhões de dólares (1180 milhões de euros), os lucros da empresa caíram 79%, de mil milhões de dólares (737 milhões de euros) para 64 milhões de dólares (47 milhões de euros). Isto porque os custos da empresa aumentaram em 67%.

 

Horas depois do anúncio dos resultados do quarto trimestre, as acções do Facebook, que seguiam a valorizar cerca de 1% na bolsa de Wall Street, caíram 3%.

 

Mas Zuckerberg já disse que o objectivo para 2013 é continuar com o investimento nas plataformas móveis, mais do que aumentar os lucros. “Em 2012 conectámo-nos a mais de mil milhões de pessoas e tornámo-nos numa empresa de telecomunicações móveis”, escreveu o fundador do Facebook num comunicado.

 

“Entrámos bem em 2013 e vamos continuar a investir para alcançarmos os nossos objectivos e tornarmo-nos numa empresa mais forte e com mais valor.”

 

 

 

publico.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.