Tubarão azul a navegar nas redes sociais

1/02/2013 00:27 - Modificado em 1/02/2013 00:27
| Comentários fechados em Tubarão azul a navegar nas redes sociais

As redes sociais, principalmente o facebook com a sua tradicional cor azul, já se tornaram num mar de apoio à selecção nacional de futebol cheias de tubarões. É que nas redes sociais os internautas estão mudando os nomes de perfil adoptando o nome de “Tubarão” ou “Tubaroa” conforme o caso.

 

Os utilizadores definem ainda como fotos de perfil a bandeira nacional ou a imagem do tubarão azul. Contando com o apoio das redes sociais os jogadores da selecção sentem que não estão sós. Fotos, mensagens, comentários, vídeos, tudo serve para vestir a pele de tubarão azul nesta odisseia cabo-verdiana no CAN 2013.

 

Alguns internautas notaram a união da nação cabo-verdiana quando Gilson Rodrigues escreveu no seu mural: “arrepiante… A força de uma nação… A vontade de um povo… E o querer de ser histórico… Sou tubarão com orgulho…”. Jorge Lima Gomes num comentário na rede social escreve que “Ka tem palavras se tinha orgulho de ser Cabo-verdiano agora tem mais ainda”. De forma irónica mas como demonstração de força, Nelson Lima escreveu “hahahahh kkkkkkk Tubarão te mata prop cantama se el for AZUL!!!!”. E, ao que parece, não há nada de melhor do que apoiar a selecção nacional. Uma das mensagens a circular na rede social denota esse sentimento. “Jame apoia alguns selecções estranger… mas katem coza mas sabe do qui oiá bo nacional tisga”.

Mas a confiança em vésperas do jogo dos quartos de final com o Gana cresce. ‎”Gana de esgana Ghana” é a expressão de confiança. Mas já um internauta mais cauteloso escreve: “Independentemente do resultado de sábado com o Gana, estes nossos heróis já venceram o CAN. E mais: conseguem ser actualmente o único factor de união entre os cabo-verdianos”. União esta que não passa em branco quando toda a nação cabo-verdiana está envolta numa corrente de apoio à selecção de todos nós.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.