Corpo de Intervenção garante segurança

25/01/2013 01:36 - Modificado em 25/01/2013 01:36

O anúncio da chegada do Carnaval na cidade do Mindelo é feito pelos Mandingas que saem à rua nos domingos que antecedem o desfile oficial. Devido ao número de pessoas que segue esses grupos, o Corpo de Intervenção tem acompanhado os desfiles para garantir a segurança e evitar que haja situações de práticas ilícitas ou distúrbios que manchem esse acto que se tornou numa tradição na ilha de São Vicente.

 

O NN apurou que os grupos de Mandigas de São Vicente e o Corpo de Intervenção estão a trabalhar em sintonia para que os desfiles realizados aos domingos para anunciar a chegada do Carnaval decorram em segurança e na normalidade. Neste sentido, elementos dos Mandigas e da Unidade do CI estão a reunir-se para a definição do programa de desfile, isto é, para que essa unidade policial possa conhecer as zonas contempladas pelo desfile dos Mandingas.

Este online soube que os agentes do Corpo de Intervenção têm realizado um trabalho de reconhecimento dos locais por onde passa o desfile dos Mandigas de modo a montar um perímetro de segurança para que os grupos possam desfilar na cidade do Mindelo e nos bairros e regressarem depois, às próprias zonas sem registo de incidentes.

Para promover o civismo no seio das pessoas que acompanham os Mandigas, o CI tem controlado a presença de cidadãos que aproveitam dessa actividade para praticar delitos ou distúrbios e como medida de prevenção são conduzidos ao Comando da PN para, terminados os desfiles, serem reconduzidos às próprias zonas.

 

Prevenção

 

Por outro lado, a prevenção de espaços públicos e comerciais de actos de vandalismo ou assaltos está na agenda da acção do Corpo de Intervenção, além do consumo de bebidas alcoólicas. Mas a vigilância do CI para garantir a segurança não se destina apenas às pessoas que fazem o percurso a pé. É que a tradição do Carnaval lançou um novo fenómeno: grupos de indivíduos que seguem os desfiles em bicicletas e motas.

Com este fenómeno, a polícia está atenta aos cidadãos que aproveitam a ocasião para se exibirem em habilidades que colocam em perigo a vida de quem acompanha o desfile. Deste modo, os infractores estarão sujeitos ao pagamento de uma coima segundo as normas do Código da Estrada.

Quanto aos desfiles que arrancaram há cerca de duas semanas, apurámos que “os grupos de Mandigas estão a ter um comportamento exemplar, fruto da boa organização. Isto é, cada ano que passa, fazem um trabalho de melhoria para que a sua actividade decorra com o máximo de civismo. De salientar que com o apoio da polícia, esses grupos têm percorrido a cidade e os bairros em segurança e tranquilidade”.

  1. Mindelense

    O Corpo de Intervenção e BAC são duas brigadas que merecem todo o respeito dos mindelenses. Super educados, e muito bem preparados para interver quando for necessário. Os restante policiais, é só corpo mole, particularmente os mais velhos na corporação (barrigudos e mokeroz).

    Continuem com o trabalho excelente, e não tenha pena da bandidagem. Passá pau a vontade, até que aprendem a lição.

  2. Ivan Gomes

    Foi com muito pesar que durante o desfile dos mandingas de Ribeira Bote, neste último fim de semana que observei que a nossa sociedade está perdida, e questionei e comentei com outros críiticos sobre o futuro da comunidade humana, porque a libertinagem que os mais jovens optaram por viver, o estado de edmbriaguez e quiça, mas felizmente que a acção constante e corajosa da Polícia de Intervenção, em controlar e cortar pela raíz a acção delinquente desta juventude, por isso dou nota 10 a chocada,

  3. Ivan Gomes

    Força e nota 10 por toda a coordenaçao que bzot tita bem de da durante tudo estes fins de semanas no mcontrole dos mandingas e marginais. Também aos mandingas continuem a colaborar com polícia.

  4. santos rodrigues

    um especial obrigada aos corpos da intervenção pela nossa segurança, so assim é que podemos preservar a tradição carnavalesca . Bom trabalho

  5. Aline

    O ano passado durante o desfile das crianças no domingo de Carnaval, houve uma guerra entre grupos de mandingas em plena Av. Dr. Baltazar Lopes da Silva. O episódio que decorreu exactamente no momento em que um grupo de crianças desfilaram espalhou o pânico. Pessoas se machucaram, mães se desesperaram porque não sabiam dos filhos…
    Aproveito para fazer um pedido: Domingo é dia de desfile das CRIANÇAS. Que a segurança dessas crianças esteja em 1º plano. Os mendingas deviam descansar nesse domingo

  6. Mindelense

    Referente ao desfile de crianças este ano, deve ser aplicado tolerância zero a quem provocar distúrbios, principalmente aqueles que forem utillizar a violência no meio das crianças, ao serem presos, não podem ficar só por aí, Chocada e BAC tem de lhes mostrar que violência gratuita dói neles também, quem bate noutros tem de levar também pra sentir se é gostoso bater nos outros…. VIVA BAC E CHOCADA.

  7. Criolo

    BAC, BIC, Corpo de Intervenção, Brigada Trânsito, e restantes, merecem de todos nós, Mindelenses e Cabo Verdianos, dignos festejantes da vitória de sábado, todo o nosso respeito e apoio. Soncent estava perdido até então, e desde que BAC foi implementado, muito abuso e porcaria terminou. Por mim, investia-se mais neles e aperfeiçoava-se o treino de contra-guerrilha urbana in loco com mais ferocidade. Paus maiores, bastões extensivéis, e balas de borracha.

  8. Mindelense

    EXATO CRIOLO, APESAR DE AINDA HAVER MUITO QUE SE FAZER, MAS A VINDA DE BAC, COM A COORDENAÇÃO DE TODAS AS FORÇAS POLICIAIS (CHOCADA, JUDICIARIA, POLICIA MARITIMA, TRANSITO, MILITARES, POLICIA DE ALFANDEGA, ETC…), MELHOROU MUITO, COMO DISSESTES E BEM, ESTAVAM NO MEIO DA PORCARIA E DE TODO TIPO DE ABUSO, COM AJUDA DA IMPUNIDADE, DAS LEIS DE BANANAS, ADVOGADOS QUE DEFENDEM CRIMINOSOS, ETC…, AGORA É PRECISO A FAMILIA FUNCIONAR, IMPEDINDO O ABANDONO E PERMANÊNCIA DE MENORES NA RUA DEPOIS DAS 23HRS

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.